Nesta sexta (06), o Ministério Público do Piauí, por meio da Promotoria da 21ª Zona Eleitoral, e os candidatos às eleições majoritárias do município de Piracuruca firmaram termo de compromisso para evitar tumultos durante a campanha eleitoral.

O promotor eleitoral Márcio Giorgi Carcará Rocha e os candidatos à prefeitura do município Francisco de Assis da Silva Melo, Eduardo Felipe de Lima Melo Sampaio e Franklin de Andrade Fontenele Neto resolveram celebrar, em reunião, o acordo. Em primeiro lugar, os candidatos não devem organizar, financiar ou estimular fiscalizações e monitoramentos de candidatos oponentes.

Além disso, ficou firmado que os compromissários não devem praticar atos de violência, intimidações, tumultos ou ofensas à honra. Por fim, também ficou ajustado que os candidatos devem gravar um vídeo aos apoiadores com orientações para que os ânimos sejam contidos na reta final da campanha.

O documento foi construído em conjunto pelo MP e candidatos para evitar atos fiscalizatórios por parte dos apoiadores dos candidatos, uma vez que estes geram transtorno e desrespeito à legislação eleitoral. O descumprimento dos termos implicará na aplicação de multa no valor de R$ 50.000, que será revertida ao Fundo de Modernização do Ministério Público do Estado do Piauí.