Segunda, 21 de Setembro de 2020
86 9 9992 1763
Saúde Covid-19

Brasil chega a 127 mil mortes pela Covid-19, mostra consórcio de imprensa

Na Argentina, onde a pandemia desembarcou nove dias mais tarde que no Brasil e que seguiu uma quarentena muito mais rígida, o índice é de 22,3 mortes por 100 mil habitantes.

07/09/2020 21h44
87
Por: Redacao Fonte: cidade verde
Foto: GENIVAL FERNANDEZ/AGÊNCIA PIXEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Foto: GENIVAL FERNANDEZ/AGÊNCIA PIXEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Brasil registrou, nesta segunda-feira (7), 315 novas mortes pela Covid-19 e 9.992 casos da doença. Com isso, o país acumula 127.001 óbitos e 4.147.598 casos da doença causada pelo novo coronavírus.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

O jornal Folha de S.Paulo também divulga a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 827, o que mantém uma posição de estabilidade nos dados, embora com números elevados.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

O Brasil tem uma taxa de cerca de 60,6 mortos por 100 mil habitantes. Os Estados Unidos, que têm o maior número absoluto de mortos, e o Reino Unido, ambos à frente do Brasil na pandemia (ou seja, começaram a sofrer com o problema antes), têm 57,9 e 62,7 mortos para cada 100 mil habitantes, respectivamente.

Na semana passada, o Brasil ultrapassou a taxa da Itália de mortes por 100 mil habitantes (58,8).

O México, que ultrapassou o Reino Unido em número de mortos, tem 53,5 mortes para cada 100 mil habitantes. A Índia, com 71.642 óbitos, também passou o Reino Unido em mortos pela Covid-19.

Na Argentina, onde a pandemia desembarcou nove dias mais tarde que no Brasil e que seguiu uma quarentena muito mais rígida, o índice é de 22,3 mortes por 100 mil habitantes.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.?

 

 

Fonte: FOLHAPRESS

 

 

Piracuruca - PI
Atualizado às 05h51 - Fonte: Climatempo
22°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 38°

22° Sensação
25.8 km/h Vento
67.1% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (22/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 38°

Sol com algumas nuvens
Quarta (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 39°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias