Quinta, 06 de Agosto de 2020
86 9 9992 1763
Política Polêmica

Jornalista bolsonarista ironiza sobre morte Rodrigo Rodrigues, fala em doença chinesa e apaga postagem

Fernanda Salles, que é assessora de deputado do PSL e escreve para sites investigados por fake news, como o Jornal Cidade Online e Terça Livre, tripudiou da morte do jornalista da SporTV com postagem irônica e preconceituosa

28/07/2020 16h50 Atualizada há 1 semana
339
Por: Redacao Fonte: Revista Forum
Reprodução
Reprodução

Entre a comoção e as homenagens ao jornalista Rodrigo Rodrigues, que faleceu nesta terça-feira (28) em decorrência da Covid-19, há também aqueles zombam e tripudiam da fatalidade.

A maior parte dos que estão minimizando a morte de Rodrigues são bolsonaristas, que usam a postura crítica que o jornalista adotava com relação a cloroquina, medicamento defendido por Bolsonaro, para fazer pouco caso com o seu falecimento.

Um exemplo deste tipo de postura pode ser observado na postagem da jornalista bolsonarista Fernanda Salles. Ela escreve para sites investigados por fake news, como o Terça Livre e o Jornal Cidade Online, e ainda atua como assessora parlamentar do deputado estadual Bruno Engler (PSL-MG).

“Infelizmente o apresentador global Rodrigo Rodrigues, que zombou do presidente e do uso da hidroxicloroquina no tratamento da COVID-19, faleceu hoje vítima da doença chinesa”, escreveu Fernanda em seu Twitter. A postagem carrega um claro tom preconceituoso contra a China, alvo constante de ataques de bolsonaristas, e ainda minimiza a morte de Rodrigues ao afirmar que ele “zombou do uso da hidroxicloroquina”.

Diante das críticas que passou a receber por conta da publicação, a jornalista apagou a postagem e não falou mais sobre o assunto. Não a tempo, porém, de evitar que internautas salvassem o tuíte com prints.

Morte do jornalista

O jornalista Rodrigo Rodrigues, da SporTV, morreu nesta terça-feira (28), aos 45 anos no Rio de Janeiro.

Rodrigo havia sido diagnosticado havia 15 dias com Covid-19 e estava afastado do trabalho. Ele deu entrada no último sábado (25), no hospital Unimed-Rio com dor de cabeça, vômitos e desorientação.

 

Após exames foi constatado que o jornalista teve uma trombose venosa cerebral, o que levou a um procedimento para diminuir a pressão intracraniana no domingo (26). Desde então, ele se encontrava em coma na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

 

-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (07/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sábado (08/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Ele1 - Criar site de notícias