A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) disponibilizou as instalações da Unidade Escolar Anicota Bulamarque, localizada na zona sul de Teresina, para abrigar, em caráter temporário, as pessoas que estão em situação de rua e em risco de contaminação. A iniciativa tem como objetivo colaborar com as pessoas em situação de rua para que tenham condições de se prevenir contra a Covid-19.

A medida foi publicada na portaria Seduc-PI/GSE/ADM Nº 112/2020, de 25 de março de 2020 e, durante todo o período de ocupação das instalações da escola, o prédio da Unidade Escolar será administrado em regime de cogestão pela Seduc, pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc) e pela Pastoral de Rua.

O prazo de ocupação será de 30 dias, podendo se prolongar até que seja cessada a situação de risco de contaminação pelo vírus.

Parte das pessoas que serão levadas para a U. E. Anicota Bulamarque estão atualmente no Ginásio Verdão. O governador Wellington Dias, acompanhado do secretário de Assistência Social, José Santana, fez uma visita técnica ao Ginásio Verdão onde 40 pessoas em situação de rua. “Essas pessoas serão abrigadas no Verdão. A Pastoral de Rua, sob a coordenação do padre João Paulo, fez doação de colchonetes e todo material necessário a esses moradores, que ficarão no Verdão até quinta-feira (2), tempo em que o projeto de adaptação do Verdão em hospital de campanha ficará pronto. Então, o ginásio será desocupado e esses moradores em situação de rua irão para uma escola pública”, explicou o governador.

Segundo o secretário José Santana, a Sasc também irá administrar o abrigo da escola. “A visita (ao Verdão) trouxe resultados positivos, pois além de um hospital de apoio, neste primeiro momento, ele vai abrigar a população que vive em situação de rua, tudo com o apoio da Igreja Católica. Depois, elas serão encaminhados para escola que está sendo devidamente preparada para abrigo destas pessoas”, reforçou.

 

 

 

Ampliada às 18h35