Coronavirus Governo do Piauí
Trânsito

Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus

O governador Wellington Dias reuniu-se, nesta sexta-feira (20), no Palácio de Karnak, com os gestores da Secretaria de Segurança Pública, Polícia Militar, […]

21/03/2020 14h27
Por: Redacao
Fonte: CCOM
277
Audiência com se. de justiça, polícia militar, corpo de bombeiro, PRF, gabinete militar, exercito
Audiência com se. de justiça, polícia militar, corpo de bombeiro, PRF, gabinete militar, exercito

O governador Wellington Dias reuniu-se, nesta sexta-feira (20), no Palácio de Karnak, com os gestores da Secretaria de Segurança Pública, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Exército Brasileiro, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. Em pauta, as estratégias a serem implantadas para controlar o fluxo de pessoas na divisa do estado, medida determinada no decreto assinado pelo governador Wellington Dias na quinta-feira (19), em decorrência ao enfrentamento da pandemia da Covid-19, doença causada pelo Coronavírus.

A partir de agora, todas as pessoas que atravessarem as divisas serão acompanhadas e monitoradas pelos órgãos responsáveis. “O objetivo é que possamos, a partir de agora, ter procedimentos de forma integrada para a proteção das divisas do estado. Já há um trabalho de todos estes órgãos e o que vamos ter de mudança é uma missão a mais, inclusive, além do foco no transporte intermunicipal e interestadual, o transporte clandestino. É um risco grande para as pessoas que saem de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, em vans ou ônibus clandestinos por vias de muita dificuldade. Estamos trabalhando uma orientação em cada ponto de entrada para saber a rota do veículo dentro do estado, ao chegar no município, em trabalho de parceria, poder acompanhar quem veio e orientar para que este viajante não tenha contato com a pessoa de risco, principalmente nos sete primeiros dias para proteção própria e também da sua família”, explicou Wellington Dias.

 

“O principal trabalho da PRF será de mapeamento dos ônibus que entram no estado. Ao localizar o ônibus, saberemos qual a origem dele e comunicaremos aos órgãos estaduais e municipais. Quando chegarem ao seu destino, serão acolhidos por equipes da área de Saúde. Além disso, no momento da abordagem, a PRF irá distribuir o material educativo da Secretaria de Saúde, que vai orientá-los quanto às atitudes necessárias para a não disseminação do vírus”, explicou o superintendente da PRF, Stênio Pires.

 

Segundo o secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu, ninguém será proibido de atravessar as fronteiras. “As pessoas que realmente precisam, poderão vir ao Piauí, mas terão que passar por diversas barreiras. Alguns estados estão escoltando ônibus até as divisas e praticamente todos decretaram situação de calamidade, o que torna esse cuidado necessário. O objetivo é ter o controle de quem chega de fora, o quanto vão permanecer e o quadro de saúde. Todas essas informações vão ser colhidas por meio de um sistema que será desenvolvido pela ATI e garantirá que a pessoa fique isolada”, disse o gestor.

 

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Frederico, nesse momento, a integração dos órgãos de segurança pública é essencial. “Cada um atuará dentro da sua circunscrição e competência, mas com o mesmo objetivo, que é dar cumprimento ao decreto quanto ao controle de entrada de pessoas no estado. Escolhemos uma maneira segura, que não atinja os direitos dos cidadãos, mas que possa responder a esse momento que exige a identificação de possíveis transmissores sintomáticos e assintomáticos. É uma medida inteligente e necessária, mas contamos com a colaboração da população, que é indispensável para que consigamos vencer essa pandemia”, pontuou.

 

O governador Wellington Dias finalizou fazendo um pedido à população para que cumpra as recomendações de seus decretos e de entidades como o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde, tais como evitar aglomerações. “Estamos adiando cirurgias eletivas, isso mostra o tamanho da gravidade. Estamos procurando evitar o pior. Por isso, precisamos contar com a população para cumprir todas as medidas para que posamos sair mais cedo desta situação e evitar que coisas mais graves como as que ocorrem outras áreas do mundo e do Brasil, onde o sistema de Saúde está em colapso e perdendo vidas. Quero contar com a colaboração de todo o povo do Piauí, que é disciplinado e ordeiro e com certeza vai contribuir”, declarou.

 

  • Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus
  • Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus
  • Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus
  • Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus
  • Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus
  • Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus
  • Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus
  • Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus
  • Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus
  • Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus
  • Monitoramento de veículos que cruzam a divisa será reforçado em decorrência do Coronavírus