Governo do Estado do Piaui´SISU
Policia

Mais de 50 agências bancárias do Piauí sofreram ataques nos últimos três anos

* Considera-se região metropolitana de Teresina

11/02/2020 22h54
Por: Redacao
Fonte: cidadeverde.com
160
Foto: divulgação/PM
Foto: divulgação/PM

Nos últimos três anos, 54 agências bancárias no Piauí foram alvos de bandidos. Em 2020, até hoje, apenas uma agência em Murici dos Portelas sofreu a explosão de um caixa eletrônico, no dia 09 de janeiro. Nesse caso mais recente, os assaltantes não conseguiram levar o dinheiro; não houve reféns e feridos.

O Sindicado dos Bancários do Piauí alerta para o cumprimento da Lei de Segurança Bancária (Lei 6.168 de 2012). A entidade reitera que há anos reivindica a efetiva implementação dessa norma para que os bancos ofereça melhores condições de trabalho e segurança para seus empregados e clientes. 

A lei estabelece vários dispositivos de segurança como, por exemplo, o monitoramento eletrônico 24 horas pela Polícia Militar. 

Relatório

Ano 2017: 21 ocorrências  - 16 no interior do Piauí, 04 em Teresina e 01 em Timon*
Ano 2018: 27 ocorrências - 25 no interior do Piauí, 01 em Teresina e 01 em Timon
Ano 2019: 06 ocorrências - 04 no interior do Piauí e 02 em Teresina]
Ano 2020 (01/01 a 11/02): 01 no interior do Piauí

* Considera-se região metropolitana de Teresina 

"A lei foi instituita e sancionada em fevereiro de 2012. Essa lei obriga os bancos a criar mais dispositivos de segurança nas agências bancárias. Tem o objetivo de dificultar as ações das quadrilhas. São dispositivos mais efetivos. Em algumas agências tivemos avanço como portas de seguranças. A lei diz que todas as agências que trabalham com dinheiro precisam ter portas de segurança na frente", explica o diretor do sindicato, Arimatea Passos.

Segundo ele, o que ainda falta para incrementar a segurança nos bancos são vidros blindados. "A separação através de tapumes entre caixas e clientes após passar pela triagem também foi um avanço. Isso evita filas e observação quando as pessoas sacam dinheiro. Agora, nas agências ainda não foram instalados vidros blindados. A gente espera vencer mais essa etapa", finalizou, ressaltando ainda que os bandidos também se modernizam.

"De uma certa forma melhorou, mas esperamos um avanço mais rápido. Os assaltantes se reagrupam e redefinem seus planos", finaliza,

Carlienne Carpaso
[email protected]

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.