Anuncio
Justiça

MP-PI capacita Rede de Atendimento à Mulher Vítima de Violência em Piracuruca nesta quinta (21)

Participarão da capacitação, profissionais da Saúde, da Educação, da Polícia Militar e Civil, judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Assistência Social, Conselho Tutelar, Coordenadoria ou Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres e demais entidades.

20/11/2019 18h38Atualizado há 3 semanas
Por: Redacao
Fonte: MP-PI
285
Imagem Ilustrativa
Imagem Ilustrativa

O Ministério Público do Piauí (MPPI), por meio do Núcleo de Promotorias de Justiça de Defesa da Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar (NUPEVID), realizará, nesta quinta-feira (21), capacitação para a Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, em Piracuruca, com o projeto “Compreender e Acolher”.

A capacitação acontecerá na Usina de Cultura, a partir das 9h, com o objetivo de melhorar a integração e atuação de órgãos e entidades formadoras da Rede de Atendimento à Mulher dos municípios piauienses. O projeto é desenvolvido pela 10ª Promotoria de Justiça do Nupevid e promove reuniões de instrução dos profissionais do município diretamente envolvidos com a questão.

A coordenadora do Nupevid/MP-PI e do projeto Compreender Acolher, promotora de Justiça Amparo Paz, fala sobre a atividade em Piracuruca. “O Compreender e Acolher promove conhecimento da causa e melhorias do nosso trabalho de enfrentamento à violência doméstica e familiar no Piauí. Quero agradecer o convite do promotor Márcio Carcará, que nos convidou para ministrarmos essa capacitação em Piracuruca”, ressalta Amparo Paz.

Participarão da capacitação, profissionais da Saúde, da Educação, da Polícia Militar e Civil, judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Assistência Social, Conselho Tutelar, Coordenadoria ou Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres e demais entidades.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários