Fox Trader X
Anuncio
Policia

Criança de 1 ano dá entrada em hospital e polícia investiga maus-tratos

A delegada ratifica que a investigação está em curso e que nenhum pedido de prisão foi realizado. Passado o flagrante, a mãe prestou esclarecimentos e foi liberada.

30/10/2019 22h58
Por: Redacao
Fonte: cidadeverde.com
455
Foto: Divulação/Ascom/HEDA
Foto: Divulação/Ascom/HEDA

A Polícia Civil de Parnaíba investiga crimes de maus-tratos contra uma criança de um ano de idade. A suspeita de cometer o crime é a mãe da vítima, que nega os fatos, afirmando que a filha sofreu uma queda, segundo a delegada Fernanda Novaes, titular da Delegacia da Mulher, que acumula as funções da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

 

A criança deu entrada em estado grave no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba, no dia 21 de outubro deste ano. O HEDA divulgou que a criança "estava em estado grave, porém considerado estável". Na unidade, a vítima estava entubada e com distúrbio hidroeletrolítico (desitradação).

 

A delegada afirmou ao Cidadeverde.com que a Polícia Civil teve conhecimento do fato na terça (29) e, nesta quarta, a mãe e a avó materna prestaram depoimentos. 

Os profissionais da saúde desconfiaram da gravidade da situação e entrou em contato com a avó da criança, pois ela apresentava outros indícios de violência, como queimaduras de cigarro.  A delegada solicitou o exame de corpo de delito, que poderá comprovar as denuncias.

Inicialmente, houve a informação de que a mãe se evadiu do município, o que foi esclarecido pela delegada. A companheira da mãe da criança também é apontada como suspeita das possíveis agressões, que ainda não foi ouvida. 

"A mãe foi ouvida, mas não existe nada confirmado. Ela nega, não confessa o delito e diz que foi uma queda. A avó também acredita na filha, e diz que ela não fez nada, mas ela não estava no local do fato. O exame de corpo de delito poderá confirmar as lesões, se são novas ou antigas, incluindo as queimaduras".

A delegada ratifica que a investigação está em curso e que nenhum pedido de prisão foi realizado. Passado o flagrante, a mãe prestou esclarecimentos e foi liberada. 

Devido a gravidade do quadro de saúde, a criança foi transferida pelo Samu Aéreo do município de Parnaíba para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Ela chegou por volta das 14h. O diagnóstico inicial foi de traumatismo craniano. Segundo o HUT, o quadro é grave e a paciente é mantida em ventilação mecânica e sedada.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários