Fox Trader X
Anuncio
Policia

Polícia desmente boato de venda de carne de gato em São Raimundo Nonato e alerta para fake news

Na nota divulgada pela delegacia, a polícia alerta que a circulação das mensagens “pode ensejar responsabilização criminal e/ou cível das pessoas que eventualmente tenham produzido e estejam replicando” o boato.

28/10/2019 21h41
Por: Redacao
Fonte: cidadeverde.com
391
Foto: Reprodução Google Street View
Foto: Reprodução Google Street View

A circulação em redes sociais de mensagens denunciando a venda de carne de gato na cidade de São Raimundo Nonato virou caso de polícia. A Delegacia de Polícia Civil teve de se manifestar por meio de nota alertando que a circulação das mensagens pode resultar em crime por afetar a imagem de uma pessoa inocente. 

 

As mensagens causaram um alvoroço na cidade. A delegada regional Cynthia Verena, da 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil, desmentiu o boato e pediu cautela da população no compartilhamento de mensagens. 

 

“Soubemos que estão veiculando em grupos de WhatsApp que um rapaz está preso por ter vendido salgadinhos feito com carne de gato. Isso não procede, é inverídico, não chegou na delegacia nenhuma ocorrência e nem ninguém está preso por esse motivo. Na verdade estão maculando a imagem de uma pessoa inocente. Isso é um absurdo porque não foi verdade. A população pode se tranquilizar em relação a esse fato”, explicou. 

 

O alvo das mensagens compartilhadas é um vendedor de lanches. A vítima teria prestado queixa contra a mulher após um desentendimento familiar. Uma foto que expõe diretamente a imagem dele é compartilhada junto com os boatos que afirmam que o vendedor usava a carne de gatos nos lanches.

 

Na nota divulgada pela delegacia, a polícia alerta que a circulação das mensagens “pode ensejar responsabilização criminal e/ou cível das pessoas que eventualmente tenham produzido e estejam replicando” o boato.

 

NOTA - 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil - São Raimundo Nonato

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de São Raimundo Nonato comunica que não houve qualquer prisão ou ocorrência envolvendo suposta venda de salgados/lanches a base de carne de cachorro ou de gato, como está sendo indevidamente veiculado em grupos de redes sociais.

Trata-se de mero boato, que inclusive pode ensejar responsabilização criminal e/ou cível das pessoas que eventualmente tenham produzido e estejam replicando essas inverdades, isso porque tal boato envolve pessoa desta cidade, que supostamente trabalha com venda de “espetinhos”, portanto pode estar sendo vítima de ofensas contra sua honra, o que evidentemente pode lhe causar grandes prejuízos morais e materiais.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários