Fox Trader X
Anuncio
Era Bolsonaro

Serra da Capivara tem taxa de acesso reajustada e Sete Cidades passa a cobrar entrada

Outra novidade da portaria do ICMBio é que o Parque Nacional de Sete Cidades, que não cobrava ingresso dos turistas, passa a ter uma taxa de acesso no valor de R$ 21 para o público em geral. A medida pegou os funcionários do parque de surpresa.

03/10/2019 11h38Atualizado há 2 semanas
Por: Redacao
Fonte: cidadeverde.com
654
Foto: Ccom
Foto: Ccom

A partir de novembro vai ficar mais caro ter acesso ao Parque Nacional Serra da Capivara. Uma portaria do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), publicada no Diário Oficial desta terça-feira (1), reajusta o valor de R$ 34 para R$ 36. A medida vale a partir do dia 1º do próximo mês.  

O valor cobrado na Serra da Capivara é o mesmo que será adotado nos parques nacionais do Caparaó, Itatiaia, Pau Brasil e Chapada dos Veadeiros. 

A Serra da Capivara, considerado um dos mais importantes sítios arqueológicos do Brasil,  celebrou em junho 40 anos. Criado em 1979 a pedido da pesquisadora Niéde Guidon, a reserva federal é famosa no mundo científico por suas polêmicas datações que apontam a chegada do homem ao continente americano há mais de 50 mil anos. 

Sete Cidades passa a cobrar taxa 

Outra novidade da portaria do ICMBio é que o Parque Nacional de Sete Cidades, que não cobrava ingresso dos turistas, passa a ter uma taxa de acesso no valor de R$ 21 para o público em geral. A medida pegou os funcionários do parque de surpresa. 

"O parque não cobra taxa de acesso, apenas os guias são pagos por conta de alguns locais de risco. Não sabíamos da medida", disse uma funcionária ao Cidadeverde.com. O mesmo valor de Sete Cidades será cobrado no Parque Nacional da Serra da Canastra.

Sete Cidades está localizado entre os municípios de Piracuruca e Brasileira. Possui uma área de 6.221,48 ha com um perímetro de 36 Km. O Parque foi criado com o objetivo de preservar ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação, interpretação ambiental, turismo ecológico e recreação em contato com a natureza. 

A portaria diz ainda que as unidades de conservação deverão providenciar ampla divulgação dos novos valores para a sociedade. 

Fernando de Noronha 

Entre os parques de maior destaque no país, o de Fernando de Noronha teve um reajuste na tarifa de acesso passando de R$ 212 para R$222. Confira aqui os valores em todo o país.

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários