Fox Trader X
Anuncio
Prejuizos

Criança de oito anos salva mãe e irmão de incêndio em casa no Piauí

A mãe foi trazida para Teresina e permanece internada com queimaduras de 2º e 3º graus.

27/08/2019 11h15
Por: Redacao
Fonte: cidadeverde.com
802
Foto: arquivo pessoal
Foto: arquivo pessoal

Uma criança de oito anos salvou o irmão de cinco anos de idade e mãe de um incêndio. Os dois dormiam quando o ventilador começou a pegar fogo e se alastrou por toda a casa. O pai Raelson Arlani conta que o filho conseguiu salvar a família após usar uma luva para abrir a porta e pedir socorro aos vizinhos.

 

"Eu havia saído para comprar um espetinho. Meu filho de oito anos era o único que estava acordado na casa. Ele diz que um parafuso do ventilador soltou e começou o fogo, que passou para o tapete, colchão e sofá. Meu filho ainda tentou acordar a mãe, mas não conseguiu.  Com o fogo, a porta estava muito quente e ele só conseguiu abrí-la porque lembrou de uma luva minha e a usou para pegar no trinco. Depois pegou o irmãozinho pequeno que estava dormindo e saiu arrastando ele para fora de casa e bateu no portão gritando para ajudarem a mãe", conta o pai.  

Foto: arquivo pessoal

 

  O caso ocorreu na noite do último domingo (25) na cidade de São Raimundo Nonato, no interior do Piauí. Para o pai, o filho foi um herói. 

 

"Se não fosse ele ou se ele estivesse dormindo, sem dúvidas, tinha acontecido o pior com minha família. Ele ainda conseguiu lembrar das luvas para abrir a porta. Foi um herói. Me emociono sempre que lembro", disse  Arlani.

 

O soldado Bruno Pinheiro, vizinho da vítima, foi uma das pessoas que ouviu os gritos da criança e pulou o muro para ajudar a família. 

 

"Avistei a fumaça e escutei os gritos das crianças. Dois vizinhos já tinham pulado o muro e tentavam apagar o fogo. Pulei também. Arrombamos uma porta e janelas, entramos na casa duas vezes e não a achamos. Só fomos encontrá-la depois na cozinha. Acreditamos que ela acordou com o cheiro de fumaça e a intenção foi procurar os filhos. Como estava tudo escuro e cheio de fumaça, ela errou a saída e acabou caindo na cozinha", conta o soldado emocionado com o resgate. 

"Eu e mais três vizinhos, o mototaxista Cidão, o professor Neudito e o pedreiro Gercílio ajudamos no resgate. Não pensei duas vezes ao ouvir os gritos dos meninos. É muito gratificante eles terem escapado com vida. Só tenho a agradecer a Deus por ter utilizado a gente para salvá-los", disse o soldado. 

 

A mãe foi trazida para Teresina e permanece internada com queimaduras de 2º e 3º graus.

 

Graciane Sousa
[email protected]
 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários