Fox Trader X
Anuncio
Obras

Projeto Caixa Mais Brasil irá monitorar andamento de obras públicas no estado

Projeto irá implementar uma metodologia que garanta o cumprimento do cronograma das obras públicas no Piauí

27/08/2019 11h03
Por: Redacao
Fonte: CCOM
237
Audiência com superintendente da CEF, Jonathan Borges
Audiência com superintendente da CEF, Jonathan Borges

O governador Wellington Dias se reuniu, nesta segunda-feira (26), no Palácio de Karnak, com o superintendente da Caixa Econômica Federal no Piauí, Jonathan Valença, e representantes técnicos do banco em nível nacional, para discutir a implementação do Programa Caixa Mais Brasil, cujo objetivo é atingir novos patamares de desempenho na conclusão das obras realizadas junto ao Governo do Estado.

Dessa forma, o Caixa Mais Brasil irá implementar uma metodologia que garanta o cumprimento do cronograma das obras públicas no Piauí, acabando com a postergação nas datas de entrega das obras.

“A ideia é atingirmos novos patamares de desempenho nos desembolsos, que na prática é a obra chegando a população. Então nós estamos estabelecendo um novo fluxo de trabalho que prevê o estabelecimento de metas em dias e com o planejamento eficaz, com todas as áreas do governo, trazendo as ações de execução”, explica Jonathan Valença.

Na oportunidade, o governador apresentou as obras prioritárias no Estado para a implementação da iniciativa. “Separamos alguns projetos que precisam de um cuidado especial, estamos trabalhando de modo especial os investimentos no VLT de Teresina, nas obras da nova maternidade, a macrodrenagem de Oeiras, projetos relacionados ao saneamento e outros vinculados a habitação, como o Habitar Servidor”, esclarece Dias.

Atualmente, o Piauí possui uma carteira de investimentos junto à Caixa de cerca de R$ 915 milhões, bem como recursos aplicáveis em obras, oriundos do Orçamento Geral da União (OGU), que giram em torno de R$ 1,15 bilhão.

Estiveram presentes à reunião a vice-governadora do Estado, Regina Sousa, o secretário Estadual de Governo, Osmar Júnior, o secretário de Estado do Planejamento, Antônio Neto, o secretário Estadual da Saúde, Florentino Neto, bem como gestores da Procuradoria Geral do Estado (PGE), Controladoria Geral do Estado (CGE) e Agência de Desenvolvimento Habitacional do Estado (ADH).

 

 

Autoria: Pablo Cavalcante

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários