Fox Trader X
Anuncio
Policia

Menina de 11 anos dá à luz após engravidar de estupro; pai é suspeito

O caso é investigado pela Delegacia de Luís Correia, delegado João José Pereira Filho, o 'JJ', assume interinamente a delegacia

27/08/2019 07h03Atualizado há 4 semanas
Por: Redacao
Fonte: cidadeverde.com
1.401
Foto: Google Street View
Foto: Google Street View

Um pai é suspeito de ter engravidado a filha de 11 anos em Luís Correia,a  348 Km de Teresina. A criança está internada no Hospital Dirceu Arcoverde, em Parnaíba, onde deu entrada no dia 12 de agosto e deu a luz a uma menina. As duas continuam internadas.

 

O caso é investigado pela Delegacia de Luís Correia, delegado João José Pereira Filho, o  'JJ', assume interinamente a delegacia

  Fox TraderX: Seu melhor investimento Cadastre-se

“Há suspeitas por parte de professores, do colégio, do conselho, de assédio por parte do pai. Há uma história bastante similar de que a mesma (criança) vivia uma situação de assédio. Isso de certa forma, aumenta a ligação contra o pai da criança”, explica o delegado JJ

 

A Polícia Civil deve emitir mandado de prisão preventiva do pai da menina. “As investigações estão conclusas. Hoje mesmo vou trabalhar no sentido de relatar e tomar as providências de natureza cautelar que o caso requer que tomando as providência de natureza cautelar”, concluiu.

 

A menina vivia com o pai e a madrasta em Luís Correia. De acordo com a polícia o pai fazia tratamento contra dependência química.

 

O Hospital de Parnaíba informou que o bebê nasceu prematuro e é acompanhado na ala de obstetrícia. A adolescente também está internada para ficar em observação, já que teve uma gestação de risco.

 

"Tanto a mãe como o bebê passam bem", informou assessoria do hospital. 

 

O Conselho Tutelar de Parnaíba e o serviço social do hospital acompanham o caso.   

 

 

 

Valmir Macêdo
[email protected]

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários