Anuncio
Educação

Governo consegue R$ 9 milhões para investir na educação profissional

Com este valor, serão adquiridos 63 laboratórios de Informática e 63 laboratórios de Química.

15/08/2019 14h44Atualizado há 4 meses
Por: Redacao
Fonte: CCOM
888
Fotos Gratuitas Pixabay
Fotos Gratuitas Pixabay

Gestores da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) conseguiram, durante reunião nessa quarta-feira (14), na Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, em Brasília, a liberação de um recurso de R$ 9 milhões destinado a investimentos nas escolas de Educação Profissional do Piauí.

 

De acordo com o secretário de Estado da Educação, Ellen Gera Moura, com este valor serão adquiridos 63 laboratórios de Informática e 63 laboratórios de Química. "Com este investimento alcançaremos um de nossos objetivos que é reestruturar a Rede Estadual de Ensino de Educação Profissional e Tecnológica com a aplicação de cerca de R$ 9 milhões", explica o gestor. 

 

"Dessa forma fortaleceremos as escolas que oferecem a modalidade, garantindo as condições de oferta e de atendimento com qualidade aos alunos da rede pública estadual", finaliza o secretário.

 

Os recursos são provenientes do convênio federal nº 701616/2011, do Programa Brasil Profissionalizado, firmado entre o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e a Seduc. 

 

De acordo com a diretora de Planejamento da Seduc, Sicília Amazonas, desde 2018 o convênio estava em reformulação no Ministério da Educação (MEC) e FNDE. "A partir de agora os recursos poderão ser revertidos em aquisição de equipamentos para nossas escolas", comemora Amazonas.

 

Piauí avança na Educação Profissional

 

No Piauí, a Seduc oferta cursos de Educação Profissional e Tecnológica em 212 municípios, nas três modalidades de oferta (Integrado, concomitante e subsequente) alcançando o total de aproximadamente 33 mil anos. São mais de 41 cursos oferecidos nos eixos de Ambiente e Saúde, Gestão e Negócios, Informação e Comunicação, Infraestrutura, Produção Alimentícia, Produção Cultural, e Designer, Produção Industrial, Recursos Naturais, Segurança, Turismo e Hospitalidade e Controle e Processos Industriais.

 

O Estado deu um salto significativo com relação à modalidade. De acordo com o secretário da Educação, "de 2003 a 2018, o Piauí saiu de três municípios com oferta de cursos técnicos para 212. Somos o segundo estado com maior número de matrícula de Ensino Médio Integrado ao Ensino Profissionalizante. As matrículas do Ensino Técnico triplicaram na última década, um crescimento de 248,7% superior à média brasileira, que é de 115%. A rede estadual continua sendo a mais representativa do Piauí, respondendo 71,3% do total de matrículas", destaca o gestor.

 

Ellen Gera afirma que a meta do governo é melhorar o IDH do estado e que a educação é um dos pilares para atingir este objetivo. "O grande objetivo do governador Wellington Dias é fazer com que nosso estado se desenvolva e ele sabe que a educação é fundamental para isso. Por isso, esta gestão está trabalhando para ofertar uma escola de qualidade, bem equipada, inclusiva e que forme cidadão. Dessa forma esperamos ter o ciclo completo da Educação em todos os municípios", completa Moura.

 

Autoria: Joely Rocha

 

 

728x90 - Americanas

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários