Anuncio
Prejuizos

Incêndio de grandes proporções atinge fábrica de reciclagem no Angelim

A ação dos bombeiros no local durou cerca de duas horas e meia. Segundo o subtenente Pimentel, havia duas pessoas dormindo em uma residência dentro do terreno, mas conseguiram retirá-las sem ferimentos.

04/08/2019 12h12
Por: Redacao
Fonte: cidadeverde.com
695
Foto: Divulgação Bombeiro
Foto: Divulgação Bombeiro

Um incêndio de grandes proporções atingiu parte de uma fábrica de reciclagem no bairro Angelim, zona Sul de Teresina, no início da madrugada deste domingo(04). O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu controlar as chamas, mas a estrutura ficou comprometida. 

Testemunhas informaram aos bombeiros que o fogo teria começado numa área externa, em um terreno baldio que fica próximo à fabrica e estava ameaçando queimar todo o galpão do local.
  
"Quando chegamos ao local isolamos praticamente toda área interna da fábrica com duas linhas de combate a incêndio e conseguimos fazer com que o fogo não avançasse para dentro da fábrica. Ele chegou à porta, derrubou a parede, o muro e alguns materiais que estavam na área do fundo, essa queimou 100%, mas conseguimos segurá-lo para não invadir completamente a fábrica", informou o subtenente Pimentel, do primeiro comando de socorro que estava de plantão. 

A ação dos bombeiros no local durou cerca de duas horas e meia. Segundo o subtenente Pimentel, havia duas pessoas dormindo em uma residência dentro do terreno, mas conseguiram retirá-las sem ferimentos. 

Parte do teto caiu, algumas áreas e materiais, além da parte elétrica foram danificadas, mas alguns equipamentos foram salvos, como uma máquina trituradora e outros produtos. 

Na manhã deste domingo, os bombeiros voltaram à fábrica para fazer o rescaldo e avaliar os danos provocados à estrutura. De acordo com o tenente Marcílio, do comando de socorro, o local foi isolado pois o teto ficou bastante comprometido, além do muro e outras estruturas de alvenaria.      

O proprietário esteve no local e foi orientado pelos bombeiros a solicitar a perícia para saber as causas do incêndio.

"Nós isolamos para evitar que qualquer pessoa adentre, porque a parte da estrutura, principalmente o teto ficou bastante comprometido. O proprietário precisa solicitar nossa perícia para saber o que provocou e o que pode ser recuperado", informou o tenente Marcílio.

  •  Incêndio de grandes proporções atinge fábrica de reciclagem no Angelim
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários