Anuncio
Saúde

Piauí terá centro de referência em doenças negligenciadas

A missão do Banco Mundial está no Piauí desde a segunda-feira (3), atualizando os compromissos assumidos na última missão e avaliando os resultados e progressos alcançados e progressos alcançados.

06/06/2019 21h36
Por: Redacao
Fonte: CCOM
131
O encontro teve como objetivos alinhar compromissos entre os secretários para otimizar o andamento do projeto no estado
O encontro teve como objetivos alinhar compromissos entre os secretários para otimizar o andamento do projeto no estado

O secretário de Estado do Planejamento, Antonio Neto, a superintendente de Orçamento e Operações Financeiras da Seplan, Edilene Facundes e equipe da Unidade de Gestão do Projeto receberam, na tarde desta quinta-feira (6), o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, e o representante do Banco Mundial especialista na área de saúde, Ezaú Pontes, para a reunião de encerramento da missão do componente saúde do Projeto Piauí Pilares do Crescimento e Inclusão Social.

 

O encontro teve como objetivos alinhar compromissos entre os secretários para otimizar o andamento do projeto no estado, garantindo as metas dos indicadores, entre elas a implementação do Centro de Tratamento de Doenças Negligenciadas (Ciaten), com capacidade para se tornar referência nacional em tratamento e pesquisa na área. Outro ponto tratado foi a implementação do Centros Especializados de Doenças Crônicas em Picos, Parnaíba, Bom Jesus, São Raimundo Nonato e Floriano.

 

A missão do Banco Mundial está no Piauí desde a segunda-feira (3), atualizando os compromissos assumidos na última missão e avaliando os resultados e progressos alcançados e progressos alcançados. 

 

De acordo com diretor de Operações Externas, Felippe Gustavo, a missão do Banco visa não só avaliar o andamento dos compromissos acordados mas propor soluções a fim de que o componente de saúde do projeto atinja sua meta e traga ganhos para a população do Estado como o pleno funcionamento do Ciaten e dos Centros de Doenças Crônicas.

 

Autoria: Fábia Adriana Vieira
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários