Anuncio
Segurança

Governo vai reforçar policiamento tático com motocicletas

O governador autorizou a compra de 100 motocicletas e a realização do curso tático operacional para os policiais.

12/04/2019 09h01Atualizado há 2 meses
Por: Redacao
Fonte: CCOM
112
Reprodução
Reprodução

Em audiência com o governador Wellington Dias, nesta quinta-feira (11), no Palácio de Karnak, o secretário de Estado da Segurança Pública, Fábio Abreu, apresentou o projeto para reforçar o policiamento no Piauí com motocicletas. O chefe do Executivo Piauiense autorizou a compra de 100 motocicletas e a realização do curso tático operacional para os policiais.

De acordo com Fábio Abreu, as estatísticas comprovam o bom desempenho das ações realizadas com motocicletas, especialmente na apreensão de armas, a exemplo do Ceará. “O ideal é que tenhamos essa companhia com, no mínimo, 60 policiais, mas queremos que chegue a 90, especificamente para esse policiamento. A base desse policiamento será em Teresina, mas tem característica de fazer ações em todo o interior do estado. Ou seja , vez por outra, faremos policiamento nas vias estaduais e federais, com esse policiamento de moto que é muito eficiente”, comentou o gestor.

O secretário explicou que o curso tático já está pronto para iniciar e os policiais que participarem da formação já devem ficar no efetivo das motos. “Serão adquiridas 100 motos. Vamos trabalhar com o que a gente já tem, que são motos que foram adquiridas em outra compra. Essas motos autorizadas agora, são motos maiores, adequadas para o policiamento com ‘garupeiro’. São três policiais em duas motos, um policial em uma moto, e dois na outra, sendo que um desses com arma longa, por isso a necessidade de motos mais potentes para que seja feito esse deslocamento com mais segurança e eficiência”, disse Abreu.

Autoria: Tamyres Rebeca
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários