Terça, 26 de março de 2019
86 98101 7855
Economia

14/03/2019 ás 20h08 - atualizada em 14/03/2019 ás 20h12

119

Redacao

Piracuruca / PI

Cepisa vai renegociar dívidas de clientes durante Semana do Consumidor
Semana do Consumidor da Defensoria Pública
Cepisa vai renegociar dívidas de clientes durante Semana do Consumidor
Reprodução

A Cepisa trabalha para estar sempre perto do cliente e, na semana do consumidor, não poderia ser diferente. Em mais uma parceria com órgãos de defesa do consumidor, nesta sexta-feira (15), a Cepisa vai ao encontro dos clientes que participarem da semana da Defensoria Pública do Estado, na capital. Será uma oportunidade para quem estiver em débito com a Distribuidora negociar dívidas em condições diferenciadas. Além disso, clientes de baixa renda que possuem o Número de Identificação Social (NIS) poderão se cadastrar na Tarifa Social de Energia Elétrica para obter descontos de até 65% na conta de luz.

O atendimento será no dia 15, de 8h as 13h30, no Núcleo Especializado em Direitos do Consumidor (Nudecon), localizado na avenida Nossa Senhora de Fátima, 1342, bairro de Fátima, em Teresina.

Para que a empresa mantenha os investimentos em obras estruturais e de melhoria do sistema elétrico, um dos pontos fundamentais é fechar a conta da diferença entre o que é arrecadado e o que é faturado, diminuindo, dentre outros indicadores, a inadimplência ativa que é de R$ 850 milhões, dos quais Teresina representa R$ 511,10 milhões – o equivalente a 4,32 milhões de faturas em aberto. “No âmbito de cobrança judicial e extrajudicial, o valor da dívida, no Município, é de R$ 186 milhões”, ressalta o Gerente Jurídico e de Meio Ambiente, Windsor Santos, que destaca como positiva a parceria entre Cepisa e o Nudecon.

“É interesse da Cepisa que o fornecimento de energia seja contínuo e de qualidade para todos os clientes, no entanto, a Empresa necessita do retorno financeiro para que siga investindo em melhorias e manutenção do sistema. E isso é possível quando se diminui, dentre outras coisas, a inadimplência”, explica o diretor de Operações Técnicas e Comerciais, Cosme Cezário que completa: “realizar parcelamentos realmente é uma exceção, uma forma atípica de arrecadação”. As negociações serão feitas em condições diferenciadas conforme as características da dívida e da capacidade de pagamento do cliente.

“A satisfação dos nossos clientes é uma de nossas metas diárias. Trabalhamos continuamente para que a Cepisa realize com maestria a distribuição de energia elétrica em todo o Estado. Seguindo esta luz, em poucos anos, a Cepisa estará dentre as melhores Empresa de energia do Brasil”, assegura o presidente Nonato Castro.

Para os consumidores considerados de baixa renda – aqueles com renda familiar per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional e com NIS – há uma saída a mais para contornar a dificuldade em quitar a conta de energia. Ao se cadastrarem na Tarifa Social, esses consumidores podem obter descontos que variam de 10% a 65% do valor da fatura conforme o consumo. No entanto, devido ao desconhecimento quanto a quem pode ser beneficiário da tarifa social, existe no Piauí, cerca de 350 mil pessoas que poderiam estar recebendo o benefício, mas não o estão. “Basta apenas um dos membros da família possuir NIS atualizado. Mesmo que ele não seja o titular da fatura, a unidade consumidora pode ser contemplada, desde que já não haja outro imóvel recebendo a tarifa com Número de Identificação Social igual”, destaca a gerente de Gestão Comercial, Juliana Duarte. Para que o número de favorecidos da TSEE seja cada vez maior, a Cepisa participará da Semana do Consumidor da Defensoria Pública esclarecendo dúvidas sobre o assunto e cadastrando os clientes que estejam aptos a receber o benefício.

Além de consumidores de baixa renda, também têm direito à tarifa social quem recebe o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) e família inscrita no Cadastro Único com renda mensal de até três salários mínimos, em que exista portador de doença ou pessoa com deficiência, cujo tratamento, procedimento médico ou terapêutico requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica.

 

Serviço:

Semana do Consumidor da Defensoria Pública

15/03 – Sexta-feira

8h às 13h30

Núcleo Especializado em Direitos do Consumidor (Nudecon) – Avenida Nossa Senhora de Fátima, 1342, bairro de Fátima, Teresina.

FONTE: CEPISA

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium