Quinta, 13 de dezembro de 2018
86 98101 7855
Educação

05/12/2018 ás 11h28

62

Redacao

Piracuruca / PI

Piauí e Ceará têm maiores taxas de acesso à pré-escola
Os dois estados que chegam mais perto da universalização do ensino pré-escolar são o Piauí, cujo percentual de crianças de 4 a 5 anos matriculadas chega a 97,6%, e o Ceará, com 97,8%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (5), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na Síntese de Indicadores Sociais (SIS).
Piauí e Ceará têm maiores taxas de acesso à pré-escola
Foto: Pixabay / download gratuito

Entre 2016 e 2017, a proporção de crianças brasileiras de 4 e 5 anos que estava frequentando a escola passou de 90,2% para 91,7%. Nessa idade, ir a escola já é obrigatório e visto como uma das formas de combate à pobreza, mas o percentual alcançado no país ainda é aquém da meta de universalização proposta pelo Plano Nacional de Educação (PNE).

Os dois estados que chegam mais perto da universalização do ensino pré-escolar são o Piauí, cujo percentual de crianças de 4 a 5 anos matriculadas chega a 97,6%, e o Ceará, com 97,8%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (5), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na Síntese de Indicadores Sociais (SIS).

Nos anos imediatamente seguintes (de 6 a 10 anos), o percentual de crianças piauienses matriculadas é ainda maior: 99,8%, sendo que na capital, Teresina, os números apontam para a universalização (100%). 

Com isso, Teresina está entre as cinco capitais brasileiras que universalizaram o ensino a crianças nessa faixa etária de 6 a 10 anos. As demais são: Palmas, Aracaju, Salvador e Vitória.

Na faixa etária seguinte (11 a 14 anos), entretanto, o percentual de crianças piauienses matriculadas cai para 99,2% e para 99,6% em Teresina.

De 15 a 17 anos, idade em que os jovens começam a procurar emprego para ajudar na renda familiar, a evasão escolar é maior e o percentual de matriculados cai para 91,4% no Piauí e para 96% em Teresina. 

A situação se agrava mais entre 18 e 24 anos, quando apenas 36,5% dos jovens piauienses continuam frequentando a escola (44,5% em Teresina) e cai para 4,8 entre os jovens acima de 25 anos (7% na capital).

Plano Nacional de Educação 

A proporção de crianças com 4 anos de idade frequentando escola ou creche no Brasil era de 87,1% até o ano passado. Na comparação com países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil fica imediatamente abaixo da média de 88%, ocupando o 27º lugar entre 35 países, à frente de Chile, Finlândia e Estados Unidos, por exemplo.

FONTE: cidadeverde.com

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium