Terça, 13 de novembro de 2018
86 98101 7855
Cidades

06/11/2018 ás 17h23

89

Redacao

Piracuruca / PI

PM descobre fábrica de armas artesanais em Picos e uma pessoa é presa
O proprietário da casa onde funcionava a oficina vendia o armamento para adolescentes cometerem roubos na cidade.
PM descobre fábrica de armas artesanais em Picos e uma pessoa é presa
Foto: Divulgação/PM-PI

Uma pessoa foi presa durante ação da Polícia Militar de Picos, que descobriu e desarticulou uma pequena fábrica de armas caseiras no município. A oficina funcionava em uma residência localizada no bairro Bomba e a casa ela propriedade de Alexsandro Lima Guimarães, que foi autuado em flagrante. No local, a polícia apreendeu armas longas de calibre 38, calibre 32 e espingardas calibre 12.

Eram armas feitas de madeira e até mesmo de metal. Segundo a polícia, os objetos eram vendidos principalmente a adolescentes para a prática de roubos a mão armada em Picos e regiões vizinhas. No entanto, a fabricação e venda de armas não era o único negócio de Alexsandro na cidade. Informações repassadas pelo comando do BPM de Picos dão conta de que ele também recebia armamento de outras cidades para distribuir entre criminosos da região.

“Nós já vínhamos percebendo uma movimentação suspeita na residência do Alexsandro, principalmente o movimento de menores no local. Soma-se a isto o fato de a gente aqui andar apreendendo muitos adolescentes portando armas artesanais recentemente. Nós fazemos uma média de duas a três conduções por dia e a maioria dos suspeitos possui armas de fabricação caseira. Hoje recebemos uma denúncia anônima informando que na casa do Alexsandro funcionava uma oficina de armas, fomos averiguar e encontramos todo esse material”, explicou o coronel Edwaldo Viana, comandante do 4º BPM de Picos.

Foto: Divulgação/PM-PI

Quando os policiais adentraram a residência, Alexsandro tentou fugir correndo pelos fundos, mas foi impedido pelos militares, que já havia cercado o local. Ele foi autuado por receptação e posse ilegal de arma de fogo e encaminhado para a Delegacia Regional de Picos mas, segundo o coronel Edwaldo, se manteve em silêncio durante todo o interrogatório. Ele permanece detido, enquanto aguarda a conclusão dos procedimentos legais e todo o material apreendido encontra-se, no momento, em poder da Polícia Civil.

“Para nós é um alívio descobrir de onde vinha boa parte das armas utilizadas em crimes aqui na região, principalmente porque esses objetos de fabricação caseira são tão letais quanto os originais”, finalizou o coronel Viana.

 

Por: Maria Clara Estrêla

 

FONTE: Portal O Dia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium