Terça, 13 de novembro de 2018
86 98101 7855
Saúde

29/10/2018 ás 15h55

91

Redacao

Piracuruca / PI

Secretário de Saúde apresenta projetos para captação de recursos
Em reunião com parlamentares, também foi feita a prestação de contas de recursos utilizados em obras já em execução
Secretário de Saúde apresenta projetos para captação de recursos
(James Almeida)

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, junto a Caixa Econômica Federal e Controladoria Geral do Estado, reuniu-se hoje (29) com senadores, deputados federais e estaduais para a prestação de contas de recursos utilizados em obras já em execução, tanto oriundos do Ministério da Saúde, Tesouro Estadual e emendas parlamentares. O encontro também teve como objetivo a apresentação de projetos de obras em todo o Piauí para captação de recursos.

Entre as propostas para a assistência de média e alta complexidade estão a reforma e ampliação dos hospitais de Parnaíba, Floriano, Luzilândia, Campo Maior, Canto do Buriti, Curimatá, Piripiri, São Raimundo Nonato e Natan Portela em Teresina. Além da construção do Complexo Materno de Referência Estadual, implantação de 12 agências transfusionais em todo o Estado, conclusão do Centro Especializado em Saúde (CER IV) de Parnaíba e do Centro Integrado de Referência Médica de Picos. Também foi apresentado projeto para a atenção básica, que prevê a construção de cinco Unidades Básicas de Saúde.

Por meio de investimentos realizados de diversas fontes, o Piauí avançou significativamente no que diz respeito à Saúde, como explica o secretário Florentino Neto. A descentralização e ampliação da assistência especializada permitiu o aumento de 67 leitos de terapia intensiva na rede estadual e que nos últimos quatro houvesse um crescimento de 62,73% na quantidade de procedimentos realizados na rede hospitalar estadual, além da redução da regulação de pacientes para Teresina. Um comparativo entre o primeiro semestre de 2017 e 2018 aponta que, somente em Parnaíba, 68% menos pacientes precisaram ser transferidos para a capital.

Segundo o senador Ciro Nogueira, essas obras são imprescindíveis para melhorar a saúde em todo o Estado e aumentar a qualidade de vida da população, por isso a importância de um diálogo mais próximo para captação de recursos para que essas obras sejam executadas o mais rápido possível.

“Estamos irmanados para a grande causa da saúde pública no Piauí. Muito mais precisa ser feito mas estamos no caminho certo, que é a descentralização e fortalecimento dos hospitais e rede estadual”, explana o senador eleito, Marcelo Castro.


Reforma e ampliação do Hospital de Parnaíba

O Hospital Regional Dirceu Arcoverde (Heda) em Parnaíba passará por reforma e ampliação que irá mais que duplicar sua estrutura, serão 235 leitos entre UTI, cuidados intermediários, observação e enfermaria, atualmente o Hospital conta com 97 leitos. O projeto foi entregue na reunião ao superintendente da Caixa Econômica Federal, Elizomar Guimarães, para análise e aprovação do projeto. Serão cerca de R$ 30 milhões investidos.

content_maquete_heda__2_

Maquete Heda


CER IV de Parnaíba

O Centro Especializado de Reabilitação (CER IV) de Parnaíba já está com mais de 60% da obra concluída, a previsão é que até o final do ano esteja em pleno funcionamento para a população de toda a região norte do Estado. O Centro oferecerá um grande leque de serviço de reabilitação Visual, Auditiva, Física e Intelectual, e terá a capacidade de atender em média 700 pacientes. Na obra estão sendo investidos R$ 5 milhões em recursos.

 

content_maquete_cer_iv__2_

Maquete Cer IV


Maternidade de Referência Estadual
As obras da Nova Maternidade de Referência Estadual, orçada em aproximadamente R$ 83 milhões, já tiveram início e terá impacto significativo na melhoria da assistência à mulher e o bebê. A nova maternidade terá uma estrutura moderna, com espaço físico mais adequado, com capacidade instalada bem mais expressiva que a atual Maternidade Dona Evangelina Rosa. A nova maternidade vai mais que dobrar a capacidade de atendimento em unidade de tratamento intensivo. Somente em UTI adulta, serão 20 unidades, assim como 30 leitos de UTI neonatal. Além desses, 45 leitos de Cuidados Intermediários e 20 de leitos Intermediários Canguru, que é um espaço para acolhimento de mãe e bebê. Portanto, serão 105 leitos para tratamento intensivo.

content_content_img15

Maquete Nova Maternidade

 

 

FONTE: CCOM

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium