Quinta, 18 de outubro de 2018
86 98101 7855
Brasil

09/10/2018 ás 15h46

717

Redacao

Piracuruca / PI

Criança pede ajuda em rodovia 2 dias após família morrer
Homem era pastor.
Criança pede ajuda em rodovia 2 dias após família morrer
Foto: Arquivo Pessoal

A família de Campinas (SP) encontrada morta em um acidente em Minas Gerais, na BR-050, nesta terça-feira (9), passou o fim de semana em Rio Quente (GO) para comemorar o aniversário de uma das vítimas. Pai, mãe e dois filhos, de 6 e 8 anos, estavam desaparecidos desde domingo (7). O menino mais novo sobreviveu e conseguiu pedir ajuda na rodovia.

As vítimas fatais são Alessandro Monare, de 37 anos, Belkis da Silva Miguel Monare, 35, e Samuel da Silva Miguel Monare, 8. Belkis fez aniversário na última sexta-feira (5).

Benjamin Silva Miguel Monare, de 6 anos, foi socorrido para o Pronto Socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). O estado de saúde é estável.

Em entrevista ao G1, a irmã mais nova de Belkis, Berenice Miguel Landim da Cruz, de 33 anos, contou que a família saiu de Rio Quente no domingo por volta das 8h30. A previsão é que chegassem em Campinas à tarde, pois Alessandro queria chegar a tempo de votar nas eleições. Ele também teria um culto na igreja às 20h.

"Foi aniversário da minha irmã. [...] A nossa esperança era encontrar eles vivos", diz Berenice.

O acidente ocorreu entre Uberlândia (MG) e Araguari (MG). De acordo com informações apuradas pelo G1 Triângulo Mineiro, a criança de 6 anos estava no acostamento da rodovia quando foi vista e socorrida por uma pessoa que passava pelo local, na manhã desta terça.

"Tem um propósito na vida do Benjamin, ele foi o sobrevivente. A gente crê que a nossa vida é passageira. É dolorido, mas a gente tem que confiar e Deus, porque ele é quem sabe".

"Só peço a Deus pra dar consolo e conforto pra nós, porque perder pessoas muito amadas e muito queridas é muito dificil. Que Deus nos ajude a cuidar do Benjamin agora", diz.

Alessandro é pastor da Igreja Batista Vista Alegre, no bairro Jardim Vista Alegre, em Campinas, há seis anos. A família frequentava o local há muito tempo, e uma homenagem está sendo preparada. Amigos e parentes se reuniram na igreja nesta manhã e estavam chocados com a notícia.

Foto: Arquivo Pessoal

Arquivo pessoal

Buscas

Segundo a irmã da vítima, o irmão e o pai viajaram na segunda-feira (8) para ajudar nas buscas. Amigos disseram na igreja que dois carros saíram de Campinas para refazer o caminho da família até Goiás.

"Não conseguiam contato com eles. Compartilharam nas redes sociais e a polícia e bombeiros começaram buscas nesta segunda-feira", diz Berenice.

Eles encontraram uma pista após o Corpo de Bombeiros de Araguari registrar a ocorrência e, juntamente com a concessionária MGO e Polícia Rodoviária, rastrearam o carro. O veículo havia sido visto pela última vez na manhã de domingo, no km 114 da LGM-223.

De acordo com informações passadas por familiares na igreja, os corpos já foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Araguari. Os trabalhos para retirar o veículo da vala onde ele caiu, nas margens da rodovia, estão em andamento nesta terça.

Fonte: G1

 

FONTE: cidadeverde.com

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium